: Ремонт ноутбуков hp pavilion. Ремонт ноутбуков hp своими руками. Ремонт клавиатуры ноутбука hp. Сервисный центр samsung ремонт планшетов. Быстрый ремонт планшетов samsung. Ремонт планшетов samsung galaxy tab. Штукатурка стен своими руками. Качественная венецианская штукатурка своими руками. Наружная штукатурка своими руками.
Смартфон samsung galaxy отзывы. Хороший обзор смартфонов samsung galaxy. Смартфон samsung galaxy ace 2. Горнолыжные курорты италии отзывы. Лучшие горнолыжные курорты италии. Горнолыжные курорты италии фото. Лазерная коррекция зрения. Качественная коррекция зрения стоимость. Операция по коррекции зрения. Язык программирования python. Учим python быстро. Весь язык python с нуля. Лечение сетчатки глаза. Нервный тик глаза лечение. Болезни глаз лечение.



A crise financeira actual

Tradução e adaptação de: Prof. Samir El Hayek
Fontes: Estudo do Dr. Hussein Chahata, especialista nas transações financeiras islâmicas

Enviado pela Mesquita de Guarulhos - Sermão da Sexta-feira, 17 de Chauwal, 1429 - 17/10/2008, proferido pelo Sheikh Khaled Rezk Taky Eldin

Louvado seja Allah (Deus), o Criador, o Agraciante, o Onifeitor, o Formador. Nós O agradecemos pela dádiva do Islão. Se contardes as mercês de Allah, não podereis enumerá-las. Presto testemunho de que não há outra divindade além de Allah, em reco- nhecimento à Sua Unicidade e em confirmação à Sua promessa e generosidade. Presto testemunho de que Muhammad é Seu servo e Mensageiro, Seu escolhido e querido dentre as criaturas. Que Allah o abençoe e lhe dê paz bem como aos seus familiares, seus companheiros e aos que seguirem a sua orientação até o Dia do Juízo Final. Amén.

Allah, Ta'ála, diz: "Logo vos chegará a Minha orientação e quem seguir a Minha orientação, jamais se desviará, nem será desventurado. Em troca, quem desdenhar a Minha Mensagem, levará uma mísera vida, e o faremos comparecer, cego, no Dia da Ressurreição." (20:123-124).

Allah fez descer o nosso pai, Adão, para a terra, enviando com ele o cânon da orientação divina. Quem se apegar a ele a felicidade o acompanhará onde estiver. Quem se negar a segui-lo, viverá aflito e perderá tanto nesta vida como na Outra.

Servos de Allah

O mundo hoje está passando por uma crise sufocante que ameaça as empresas de falência, e as pessoas em geral, de fome e empobrecimento, além de humilhar as nações. Esses problemas se devem, em primeiro e último lugar a negação das nações de recordarem-se de Allah, seguindo métodos económicos que consideram os juros como principal objetivo, mesmo sendo um dos pecados capitais, que promete ao praticante a afronta nesta vida a na Outra.

Os especialistas em economia de hoje em dia são unânimes em dizer que o motivo principal do pro- blema que o mundo enfrenta hoje em dia se deve ao sistema económico baseado nos juros.

A usura é dar e receber e a actividade de empréstimos se tornaram compra, venda e intermediação. O aumento da taxa de juros sobre os depósitos causou o aumento da taxa de juros sobre os empréstimos concedidos às pessoas físicas e jurídicas. Os beneficiados, em primeiro lugar, são os bancos, as financeiras, os intermediários financeiros, e os penalizados são os tomadores dos empréstimos.

Irmãos muçulmanos

Allah, exaltado seja, diz a verdade quando diz no Seu Livro Sagrado: "Allah destituirá a usura de todas as benesses e multiplicará a recompensa aos caritativos; Ele não aprecia nenhum incrédulo, pecador." (2:176)

E diz: "Quando emprestardes algo com usura, para que vos aumente (em bens), às expensas dos bens alheios, estes não vos aumentarão perante Allah; contudo, o que derdes na forma de zakat, anelando contemplar o Rosto de Allah (ser-vos-á aumentado). A eles será duplicada a recompensa." (30:39).

O Rassulullah (S) também disse a verdade quando declarou: "Se o juro aparecer em uma cidade, Deus irá destruí-la."

E disse: "Toda vez que o juro aparecer num povo, aparecerá com ele a loucura."

Allah combateu os juros em Seu Livro Sagrado, e considerou o envolvimento com eles um pecado capital. Ele prometeu uma hostilidade intensa. Ele disse: "Mas, se tal não acatardes, esperai a hostilidade de Allah e do Seu Mensageiro." (2:279).

O

s juros foram a causa de destruição de países e o boicote à liberdade de outros.

No passado foi a causa de escravidão dos indivíduos.

Hoje é causa da escravidão dos povos com um método mais moderno.

Muitas instituições hoje em dia, no Ocidente, estão exigindo a aplicação dos ensinamentos islâmicos nas questões económicas.

Eis o redator chefe da Revista "Challenger", uma das mais importantes revistas económicas da Europa publicou um editorial em 9-10-2008 com o título: "O Papa ou o Alcorão" em que diz: "Penso que estamos necessitando, nessa crise, ler mais o Alcorão, em vez do Evangelho para entendermos o que está acontecendo connosco e com os nossos bancos. Se os responsáveis pelos nossos bancos respeitassem o que o Alcorão contém de ensinamentos e regras, e os aplicassem, não estaríamos sofrendo tantas aflições e crises, e não teríamos chegado a essa situação de miséria, porque as moedas não geram moedas."

Loran Laskin, redator chefe do jornal "Le Jornal Du Finance", em seu editorial dessa semana exigiu a aplicação da lei islâmica nas questões económicas e financeiras. O artigo tinha o título "Será que o Wall Street está pronto para adotar a Lei Islâmica?"

A pesquisadora italiana Loretta Napoleoni, publicou um livro com o título: "A Economia do Chacal" em que disse: "O equilíbrio dos mercados financeiros pode ser conseguido graças ao financiamento islâmico depois da destruição do sistema ocidental que compara a economia islâmica de terrorismo." E disse: "Os bancos islâmicos podem ser o substituto ideal dos bancos ocidentais."

Morris Alé, o economista francês, propôs duas condições para a saída da crise e a restituição do equilíbrio: Estabelecer a taxa de juros no limite zero e revisar a taxa de imposto próxima dos 2%. É a forma de acabar com os juros e próxima do zakat no sistema islâmico. É o que foi confirmado por Adam Smith, o pai dos economistas, como é chamado, que a taxa de juros seja zero.

Servos de Allah:

São testemunhos de ocidentais, prestados sem camuflagem. De que a salvação da humanidade reside na aplicação da orientação divina.

É nosso dever divulgarmos essa verdade entre os filhos da nossa comunidade, e entre a comunidade brasileira.

O sistema económico islâmico é um sistema divino, baseado no princípio de facilitar as coisas às pessoas, principalmente àqueles que passam por situações compulsivas que os vedam de pagar. Allah Ta'ála, diz:

"Se vosso devedor se achar em situação precária, concedei-lhe um tempo; mas, se o perdoardes, será preferível para vós, se quereis saber." (2:280).

* O sistema económico-financeiro islâmico está baseado numa série de valores, exemplos e condutas como: Confiança, fidedignidade, transparência, evidência, facilitação, cooperação, integração, solidariedade." Não há economia islâmica sem moral.

* O sistema financeiro e económico islâmico é baseado numa base de participação no lucro e nas perdas, de circulação efetiva dos bens e recursos.

* A lei islâmica proibiu todo tipo de venda da dívida por dívida, como o desconto de duplicatas, de cheques pré-datados, como proíbe o sistema de indexação das dívidas com o aumento da taxa de juros.

Todas as transações citadas causaram a gravíssima crise económico-financeira mundial.

Por isso, caros irmãos muçulmanos, que Allah abençoe as vossas transações comerciais. Peçam a Allah a paz, confiem n'Ele, pois Ele é o Agraciante por natureza.

Peço a Allah que nos proteja nesta vida e na Outra.





Created & Design by MaiLayout