Versículos do Alcorão Sobre a Procura de Conhecimento

Categoria: Islão em Geral
Visitas: 3575

Coord. por: M. Yiossuf Adamgy

1. 'Lê, em nome do teu Senhor Que criou; Criou o ser humano de algo que se agarra. Lê, que o teu Senhor é Generoso; Que ensinou através do cálamo; Ensinou ao ser humano o que este não sabia'. (96:1-5) .

2. 'E Ele ensinou a Adão todos os no-mes e depois apresentou-os aos anjos e lhes falou: Nomeai-os para Mim se estiverdes certos. Disseram: Glorificado sejas! Não possuímos mais conhecimentos além do que Tu nos proporcionaste, porque somente Tu és Prudente, Sábio. Ele ordenou: Ó Adão, revela-lhes os seus nomes. E quando ele lhes revelou os seus nomes, asseverou (Deus): Não vos disse que conheço o mistério dos céus e da terra, assim como o que manifestais e o que ocultais?' (2:31 a 33).

3. 'Ele foi Quem escolheu, entre os iletrados, um Mensageiro da sua estirpe, para ditar-lhes os Seus versículos, consagrá-los e ensinar-lhes o Livro e a sabedoria, porque antes estavam em evidente erro'. (62:2).

4. 'Tal homem poderá, acaso, ser equiparado àquele que se consagra (ao seu Senhor) durante as horas da noite, quer esteja prostrado, quer esteja em pé, que se precata em relação à outra vida e espera a misericórdia do seu Senhor? Dize: Poderão, acaso, equiparar-se os sábios com os insipientes? Apenas, meditam os dotados de discernimento'. (39:9).

5. 'Dize: Eu não vos digo que possuo os tesouros de Deus ou que estou ciente do incognoscível, nem tampouco vos digo que sou um anjo; não faço mais do que seguir o que me é revelado. Dize mais: Poderão, acaso, equiparar-se o cego e o vidente? Não meditais?' (6:50).

6. 'Jamais se equipararão o cego e o vidente'. (35:19).

7. 'Poderão equiparar-se as trevas e a luz?' (13:16).

8. "Ele outorga a sabedoria a quem Lhe apraz, e todo aquele a quem for outorgada a sabedoria, sem dúvida é-lhe outorgado um bem abundante; porém, salvo os sensatos, ninguém o compreende." (2:269).

9. "E lembrai-vos do que é recitado em vosso lar, dos versículos de Deus e da sabedoria, porque Deus é Subtil, Omnisciente." (33:34).

10. 'Acaso, quem está ciente da verdade que tem sido revelada pelo teu Senhor é comparável àquele que é cego? Só o entendem os sensatos...' (13:19).

11. 'Deus agraciou os fiéis, ao fazer surgir um Mensageiro da sua estirpe, que lhes ditou os Seus versículos, redimiu-os, e lhes ensinou o Livro e a Prudência, embora antes estivessem em evidente erro'. (3:164).

12. 'Na criação dos céus e da terra; na alteração do dia e da noite; nos navios que singram o mar para o benefício do ser humano; na água que Deus envia do céu, com a qual vivifica a terra, depois de haver sido árida e onde disseminou toda a espécie animal; na mudança dos ventos; nas nuvens submetidas entre os céus e a terra, (nisso tudo) há sinais para os sensatos'. (2:164).

13. 'E dirão (mais): Se tivéssemos escu-tado ou meditado, não estaríamos entre os companheiros do Fogo!' (67:10).

14. 'E submeteu, para vós, a noite e o dia; o sol e a lua; e as estrelas estão submetidas às Suas ordens. Nisto há sinais para os sensatos'. (16:12).

15. 'Na criação dos céus e da terra e na alternância do dia e da noite há sinais para os sensatos, que mencionam Deus, estando em pé, sentados ou deitados, e meditam na criação dos céus e da terra, dizendo: Ó Senhor nosso, não criaste isto em vão. Glorificado sejas! Preserva-nos do castigo do Fogo!' (3:190-191).

16. 'E vos submeteu tudo quanto existe nos céus e na terra, pois tudo d'Ele emana. Na verdade, nisto há sinais para os que meditam'. (45:13).

17. 'Ele é Quem envia a água do céu, da qual bebeis, e mediante a qual brotam arbustos com que alimentais o gado. E com ela faz germinar a plantação, a oliveira, a tamareira, a videira, bem como toda a sorte de frutos. Nisto há um sinal para os que reflectem'. (16:10-11).

18. '... Este é o exemplo daqueles que desmentem os Nossos versículos. Refere-lhes estes relatos, a fim de que meditem'. (7:176).

19. 'E eis aqui a senda recta do teu Senhor. Já elucidamos as leis para aqueles que meditam'. (6:126).

20. 'Bem como em tudo quanto vos mul-tiplicou na terra, de variegadas cores. Certamente nisto há sinal para os que me ditam'. (16:13).

21. '... Acaso, não vos prolongamos as vidas, para que, quem quisesse reflectir, pudesse fazê-lo, e não vos chegou o advertidor? ...'. (35:37).

22. 'E aqueles que, quando lhes forem recordados os versículos do seu Senhor, não os ignorarem, como se fossem surdos ou cegos ...'. (25:73).

23. 'Na verdade, facilitamos o Alcorão, para a recordação. Haverá, porventura, algum admoestado?' (54:40).

24. 'E não sejais como aqueles que dizem: Escutamos! Quando na realidade não escutam. Aos olhos de Deus, os piores seres animais são os 'surdos' e 'mudos', que não raciocinam'. (8:21-22).

25. 'Respondeu-lhe: Ó Noé, na verdade ele não é da tua família, porque a sua con-duta é injusta; não Me perguntes, pois, acerca daquilo que ignoras; exorto-te a que não sejas um dos insipientes! Disse: Ó Senhor meu, refugio-me em Ti por pergun-tar acerca do que ignoro e, se não me perdoares e não tiveres misericórdia de mim, serei um dos desventurados'. (11:46-47).

26. 'E de quando Moisés disse ao seu povo: Deus vos ordena sacrificar uma vaca. Disseram: Zombas, acaso, de nós? Respondeu: Guarda-me Deus de contar-me entre os insipientes!' (2:67).

27. 'Entre os humanos há quem discute nesciamente acerca de Deus e segue qualquer demónio rebelde. E entre os huma-nos, há aquele que disputa nesciamente acerca de Deus, sem orientação nem Livro lúcido'. (22:3 e 8).

28. 'Não devem todos os crentes, de uma só vez, sair para o campo; deve permanecer uma parte de cada colectividade, para instruir-se na fé, e assim admoestar a sua gente quando regressar, a fim de que se acautelem'. (9:122).

29. 'E não te enviamos senão a toda a humanidade, como alvissareiro e admoestador, mas a maioria dos seres humanos o ignora'. (34:28).

30. 'Ó adeptos do Livro, foi-vos apresentado o Nosso Mensageiro para mostrar-vos muito do que ocultáveis do Livro e perdoar-vos em muito. Já vos chegou de Deus uma Luz e um Livro lúcido, através do qual Deus guia os que procuram a Sua complacência e, por Sua vontade, tirá-los-á das trevas o os levará para a luz, encaminhando-os para a senda recta'. (5:15-16).

31. 'Deus lhes preparou um severo castigo. Temei, pois, a Deus, ó crentes sensatos, pois Deus vos enviou uma Mensagem, por um Mensageiro, que vos recita os lúcidos versículos de Deus, para tirar os que crêem e praticam o bem, das trevas, para os levar à luz...'. (65:10-11).

32. 'Enviamos Moisés com os Nossos si-nais, (dizendo-lhe): Transporta o teu povo das trevas para a luz, e recorda-lhe os dias de Deus! Nisso há sinais para todo o perseverante, agradecido'. (14:5).

33. 'Este (Alcorão) encerra evidências para o ser humano, e é orientação e misericórdia para os persuadidos'. (45:20).