Economia Islâmica

4.00

REF: 8496df76fc16 Categoria:

Descrição

Um dos mais importantes objectivos sociais e humanos dos Profetas de Deus (paz esteja com eles), constituindo, sem dúvida, uma das metas de seus surgimentos e de suas mensagens, é que a gente vele pela equidade. Diz o Alcorão:

“Com efeito, enviamos os Nossos Mensageiros com as evidências, e por eles, fizemos descer o Livro (ou seja, as Escrituras Sagradas) e a Balança, para que os humanos observem a equidade…” (57:25).

Por conseguinte, podemos afirmar que as religiões Divinas vieram somente para construir uma sociedade humana com justiça e observando a equidade.

Este objectivo é muito grande e importante, e não se consolida senão eliminando duas questões que poderíamos definir como os dois maiores males que padecem as sociedades: a jactância e a ostentação das classes mais ricas e poderosas (com as suas vidas cheias de luxos e esbanjamentos) e a humilhação económica e a miséria que padecem as classes mais pobres. Desta forma, se tenta criar um sistema económico moderado e equilibrado, reduzindo as classes muito ricas e as muito pobres.

Isto torna notório a essência da religião, já que a justiça é o espírito mesmo dos mandatos religiosos, e é com a moderação que a justiça e a equidade se aplicam. Por conseguinte, fazer descer a Balança juntamente com a Escritura (mencionados no versículo Alcorânico acima indicado) obviamente indica uma estreita relação entre moderação e equidade. Pois não há equidade sem moderação.

Informação adicional

Dimensões (C x L x A) 20.5 x 14.5 cm
Páginas

Coordenação